O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    A agricultura, a fim de atender à crescente demanda por alimentos no mundo, em consonância com os avanços tecnológicos impulsionados pela Segunda Guerra Mundial, passou por um processo de modernização em escala global na década de 1950. A produtividade, na Revolução Verde, foi elevada através de práticas inovadoras, sobretudo com o uso dos agrotóxicos, defensivos agrícolas usados em larga escala no combate às pragas nas plantações. Atualmente, o uso dos agrotóxicos é alvo de controvérsias, no Brasil e no mundo, seja pelos efeitos prejudiciais à saúde humana, seja pelo impacto nocivo ao meio ambiente.
           De acordo com a ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária), um terço dos alimentos consumidos pelos brasileiros estão contaminados com agrotóxicos e 28% dos herbicidas são irregulares. Problemas reprodutivos, intoxicações crônicas e agudas, aumento no quadro da depressão e grande potencial carcinogênico são alguns dos efeitos colaterais aos quais estão expostos tantos trabalhadores do campo, quanto quem vive em suas adjacências ou consomem os alimentos contaminados.    Além do caráter nocivo à saúde, os agrotóxicos também são responsáveis pela contaminação da água, do solo e do ar, frequentemente por deriva, situação onde as áreas delimitadas de aplicação são ultrapassadas. Implicando no desequilíbrio dos ecossistemas, como evidenciado em "Primavera Silenciosa", livro em que a bióloga americana, Rachel Carson, denuncia o efeito deletério dos agrotóxicos no ambiente.
         Em suma, assim como grande parte das tecnologias incorporadas à modernidade pós-guerra, a utilização dos agrotóxicos deve ser feita com cautela e em longo prazo ser substituída por alternativas mais alinhadas à perspectiva de conservação ambiental e saúde. Incentivos governamentais ao desenvolvimento da agroecologia, criação de hortas comunitárias e uma higienização apropriada dos alimentos são medidas que contribuem para uma minimização do impacto prejudicial do uso de Agrotóxicos, no Brasil e em todo mundo.