O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Na década de 70, a ''Revolução Verde'' proporcionou maior eficiência na produção agrícola e barateamento dos alimentos para a população, por meio de avanços tecnológicos - como os Herbicidas e pesticidas. Entretanto, nota-se o uso indiscriminado desses agrotóxicos causam sérios problemas à saúde e ao meio ambiente e é inevitável o seu combate. Dessa forma, necessita-se discutir sobre a priorização do lucro e a ineficácia governamental, que motivam a problemática.
         Em princípio, vale salientar que muitas empresas fazem o uso indevido de agrotóxicos devido ao seu baixo custo e maior produção, em detrimento de medidas ecológicas que requer mais gastos financeiros. Nesse ínterim, o filósofo Marx disserta acerca da difícil conciliação entre o sistema capitalista e o meio ambiente, já que a priorizam o lucro e não o bem estar social. Por consequência, segundo estatísticas da Unicamp, mais de 1,5 milhão, somente de trabalhadores rurais, estão intoxicados no Brasil. 
        Outrossim, é indubitável que a falta de fiscalizações e má exercício da lei estão entre as causas do empecilho. Nesse viés, para Aristóteles, a política deve ser usada de modo que, por meio da justiça, o equilíbrio seja alcançado. No entanto, é notório que tais conceitos não se encaixam no Brasil, já que, embora a '' Lei dos agrotóxicos'', de 1989, assegura alimentos de qualidade para a população, alimentos como o morango e maçã contém pesticidas acima do permitido, segundo a Anvisa. 
         Portanto, fica claro que medidas devem ser adotadas para o combate da problemática. Para isso, o Ministério da Agricultura, em parceria com Ong's, deve promover um projeto de produção ecológica, por meio de palestras com ambientalistas que ensinem aos fazendeiros medidas que promovam o lucro e seja sustentável, como a adubação orgânica, a fim de equilibrar o uso de agrotóxicos. Em consonância, os Governadores devem aumentar as fiscalizações nas fazendas, por meio de visitas semestrais com técnicos e punir os criminosos, a fim de assegurar produtos de qualidade da lei vigente e oprimir o uso dessas substâncias.