O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Sabe-se, que atualmente, as atividades dos setor agrícola é uma das mais importantes da economia brasileira. É através dela que muitas famílias rurais obtém  a sua renda para seu mantimento. Além de a agricultura contribuir para a alimentação saudável da população. Embora o Brasil tenha avançado nesse setor nas últimas décadas, o que tem preocupado a todos é o uso excessivo de agrotóxicos nas plantações. Diante disso, torna-se passivo de discussão os desafios enfrentados, hoje, no que se refere ao uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo.
         Com o constante crescimento da população mundial , a produção agrícola deve se tornar cada vez mais eficiente ao longo dos anos. Essa é a principal justificativa para a fabricação e comercialização de agrotóxicos. Por consequência disso, se tem na mesa das pessoas alimentos com grande quantidade de agrotóxicos que vem das lavouras onde são utilizados em alta quantidade.
       Em uma segunda análise, além desses agrotóxicos prejudicarem a saúde das pessoas que consomem esses alimentos onde foram usados esses defensivos agrícolas, prejudicam também a saúde de agricultores que não utilizam os equipamentos necessários para a plicação nos plantios. Assim que em médio ou em longo prazo irá ocasionar sérios problemas de saúde aos mesmos, doenças, como um câncer, neurológicas, ou até mesmos um envenenamento imediato.
           Portanto medidas são necessárias para resolver o impasse. É preciso que o Ministério da Agricultura com o apoio de outras entidades ruralistas, como a Embrapa, fiscalizem a aplicação de agrotóxicos nas lavouras para não passarem das medidas estabelecidas pela Anvisa (Agência nacional de vigilância sanitária) para não prejudicarem a saúde dos consumidores. Também se faz necessário a conscientização dos trabalhadores rurais, muitas das vezes leigos no assunto, para usarem o EPIs (equipamento de proteção individual) para não inalarem ou se envenenar com os agrotóxicos na aplicação  na plantações. Pois como disse Platão, "o importante não é viver, mas viver bem", assim com essas medidas é possível que as pessoas tenham uma melhor qualidade de vida em relação à saúde e alimentação.