O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Tema;Como as novelas e filmes interferem no  comportamento das pessoas?
         Mesmo que seja sutil a forma como as novelas e filmes interferem no comportamento dos indivíduos, ainda através  da banalização de cenas abusivas ocorre a formação de um falso pensamento  de normalidade social.Logo,  os  alienando ao consumismo e  também a  repreensão as  minorias, para  manterem o poder elitista  sobre a população.       Certamente, o  intuito  dos comerciais entre as programações é levar as pessoas  que os assistem  a compra-los,tanto que o direcionamento publicitário destes produtos é voltado para este público alvo. Sendo de tal forma, que o Conselho Federal de psicologia os afirma como causador do consumismo de 78%  dos brasileiros.Portanto, infelizmente  retirando desnecessariamente o dinheiro  que  ajudaria as pessoas a  manterem uma vida digna.
          Outrossim, como na televisão as minorias sociais  aparecem em papéis de submissão ou até mesmo são segregado a serem representados,acaba-se ,então, ao suprimi-los criando a imagem   de que isso ocorre naturalmente
    , visto que  estas obras tendem a imitar  a realidade.Com isso, confirmando a  tese  do  filosofo  Rosseau    que  a  desigualdade  social  é  muito  aparente  nesta  sociedade  capitalista.Consequentemente, gerando a absurda diferenciação  de  direitos  entre  os   cidadãos.
    
           Destarte, para minimizar  o  poder  das  mídias televisivas é  necessário  que o Ministério da  Saúde faça campanhas sobre os  males  do  consumismo   para  a  saúde  psicológica, por  meio  de palestras  e  panfletagem  ,com dicas  de  como  se  libertar  deste vicio  , visando-se  ao  direcionamento  correto  da  renda  ,para  a  obtenção  dos  anseios  básicos  de sobrevivência.Além  disso, o  Ministério  da  Comunicação  deve  criar  cotas de participação em  papeis  não  estereotipados  nas  mídias, para garantir  que  todas  as  pessoas sejam  representadas  de  maneira igual  e  assim  acabar com a  naturalização  da  desigualdade.