O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    A Revolução Industrial trouxe melhorias para os diversos setores de produção, otimizando-os. Com ela o agronegócio também prosperou aliado ao uso de agrotóxicos, para aumentar a produção. Mas atualmente, esses são usados em excesso, trazendo discussões acercando o porquê desse  exagero e como se tornou irrelevante nos dias de hoje.
     Inicialmente  suas pesquisas eram voltadas para o uso em guerras,afim de abrir caminhos através da vegetação usada de camuflagem pelo inimigo. Logo viu-se utilidade em produção de larga escala, eliminando as pragas e as pestes das plantaçoes. Contudo, essas foram se tornando resistentes aos produtos e algo que era usado minimamente , passou  a fazer parte das atividades agrícolas e do dia a dia do cunsumidor que acaba optando pela oferta mais barata e acessível, que é o pruduzido com o uso desses defensivos agrícolas.
     Como consequência da utilização desses prudutos vê-se o prejuizo causado ao meio ambiente ao mesmo tempo que ao consumidor, tornando-se comum a poluição de ecossistemas e casos de intoxicação pela ingestão de alimentos ou pelo contato direto de produtores no ato da aplicação. Mesmo que nem todos sejam afetados pontualmente,não há consenso entre a comunidade científica a respeito dos efeitos a longo prazo, tornando o assunto de difícil resolução.
     Diante dessa problemática, torna-se necessário medidas que minimizem o transcorrido. Cabe ao Ministério da Saúde alertar pelos mais diversos meios de comunicação a respeito dos malefícios causados pelo excesso de agrotóxicos. O Ministério da Agricultura deve estabelecer normas que controlem esse uso, com auxilio de fiscais multando e tomando medidas cabíveis aos infratores. As esferas municipais podem e devem incentivar a produçao orgânica, com auxilio de mecanismos que ajudem na diminuição do preço tornando o produto mais acessível.