O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Um dos métodos utilizados para exterminação dos judeus na Segunda Guerra Mundial eram as câmaras de gás, que fazia com que as pessoas morressem intoxicadas. Hoje, não existe mais essas câmaras, mas somos atingidos por um perigo invisível que nos intoxica, chamado agrotóxico, um gás que atinge negativamente todas as espécies do mundo, seja animais, humanos e também plantas.
    O Brasil é o país que mais consome agrotóxicos no mundo, causando desastres até fatais na população. 2.449 pessoas morreram de 1999 a 2012 intoxicadas, dentre elas, a maioria são idosos e crianças, pois tendem ser menos imunes. Como dito, na Segunda Guerra Mundial era utilizado gases afim de causar vítimas fatais e, para as industrias não falirem, houve a ideia de criar agrotóxicos para acabar com os pesticidas, onde o mesmo possuía os mesmos componentes de um gás mortífero para humanos.
    Apesar de causar muitos danos a saúde humana, dos animas e do meio ambiente empobrecendo o solo, os agrotóxicos continuam sendo fabricados em todo o mundo para que os alimentos não sejam consumidos por pragas e acabem prejudicando a economia da empresa. Também são utilizados para uma maior durabilidade do alimento, por isso muitas vezes as frutas compradas em supermercados duram por semanas em casa.
    Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. É importante que o Ministério da Educação e Saúde entre em parceria com as escolas afim de que informem aos alunos o quanto é importante lavar os alimentos antes de consumi-los, possibilitando palestras, cartazes espalhados pelas escolas e também torneiras em pontos estratégicos. Não só é necessário conscientizar crianças e adolescentes mas também os adultos e idosos que por ventura podem não ter acesso a essas informações, para isso é interessante campanhas na mídia informando também os danos que o agrotóxico pode causar nos seres vivos. É sempre bom lembrar que, como dizia Immanuel Kant, "O ser humano é aquilo que a educação faz dele", e a divulgação de informações também é uma educação.