O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    No que se refere ao uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo, pode-se afirmar que nos dias de hoje, por conta do exacerbado uso continuo da substância química desenvolveu-se inúmeros impactos em todo o corpo social. Nesse sentido, convém analisarmos as principais consequências para essa questão em tempos hodiernos.
        “Tornou-se chocantemente óbvio a tecnologia ter excedido nossa humanidade”. A frase do físico alemão Albert Einstein nos permite refletir em nossos dias sobre a gravidade do uso de agrotóxico. Nesse sentido, destaca-se como fator problemático o avanço tecnológico o qual não possuiu como interesse compreender as possíveis implicações que determinado avançamento proporcionaria à humanidade. No entanto, no sistema capitalista atual, viu-se como fator precursor apenas a produção acelerada, tendo em vista que esta gera lucros exorbitantes.
           Além disso, é importante pontuar ainda que, por conta do modelo produtivo direcionado à exportação o Brasil se tornou o maior consumidor de agrotóxico do mundo. Dessa forma, é perceptível os inúmeros impactos que o consumo inconsciente exacerbado da população pode causar. Nesse sentido, como concludente da questão é possível citar o fato de que entre 1999 e 2012 o Brasil teve mais de cem mil casos de intoxicações agudas, além das disfunções neurológicas segundo dados da Anvisa. Dessa forma, vê-se o caráter inadmissível da questão dual, tendo em vista que é indubitável que o uso de herbicidas e fungicidas causam impasses irreparáveis à sociedade. 
         Diante disso, é fundamental que o Ministério da Agricultura, fomente o uso de campanhas educativas, por meio de palestras em locais de produção, a fim de conscientizar os produtores sobre as consequências causadas pelo uso exacerbado de agrotóxicos os quais prejudicam tanto a saúde da população quanto ao meio ambiente. Ademais, é importante que o Ministério do meio Ambiente, promova o uso de multas, por meio de parcerias com a Anvisa, a fim de punir os produtores que utilizam uma quantidade acima da permitida de agrotóxicos