Envie sua redação para correção
    Os agrotóxicos são produtos, de uso na agricultura, com finalidade de controlar pragas da lavoura, garantindo maior produtividade. Entretanto, observa-se que alguns desses insumos são usados ilegalmente ou sem o consenso dos agricultores, gerando malefícios naturais e humanos. Portanto, torna-se necessário que o governo interfira amplamente na fiscalização dos produtos a fim de diminuir os inúmeros impactos.
         Recentemente, um caso transmitido nos mais diversos noticiários, foi de um homem que alegou ao governo americano que adquiriu câncer após ter contato com o Glifosato (produto amplamente usado, de grande importância na cadeia de agrotóxicos do Brasil). Percebendo-se isso, o Brasil proibiu o uso do produto, até que mais pesquisas sejam feitas. Essa hipótese evidencia que toda a agricultura poderá sofrer mudanças impactantes em pouco tempo. 
       Além disso, também temos muitos casos de intoxicação, como pelo manuseio incorreto do operador ou aplicando em áreas de aglomerações humanas. Nessas áreas de risco, animais e culturas de plantas nativas também são prejudicados com o uso dos insumos agrícolas, modificando a cadeia ecológica do local. Além da intoxicação dos fornecedores, temos a dos consumidores, já que em diversos alimentos são observadas quantias de resíduos três vezes maior do que o permitido.
        Portanto, medidas são necessárias para a resolução desse impasse, tais como a adoção de leis mais rígidas de controle do comércio ilegal desses produtos, impedindo que as pessoas usem indiscriminadamente. Também realizadas pelo governo, pesquisas mais a fundo sobre os produtos que já estão em mercado, a fim de descobrir, além dos danos normais, se há danos mais severos aos seres humanos e a natureza. Além do governo, é preciso que as pessoas conheçam totalmente o que estão manuseando, porque a maioria dos casos são de produtos que excedem a quantidade recomendada.