O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Em 1950, teve início a chamada Revolução Verde caracterizada por criar e disseminar sementes transgênicas e também introduzir o uso agrotóxicos nas lavouras o que permitiu um vasto aumento na produção agrícola. Entretanto, apesar dos aspectos econômicos positivos da grande produtividade trazidos pela Revolução Verde o uso desenfreado de pesticidas no Brasil, tem causado efeitos negativos para a sociedade e meio ambiente.
      Em primeiro plano, é necessário enfatizar que o uso excessivo de agrotóxicos tem premissas econômicas. O agronegócio, por exemplo, exige um alto uso de pesticidas específicos para elevar a produtividade e manter a crescente taxa de exportação de soja, no entanto tais inseticidas permitidos por lei, são proibidos em outros países devido a sua nocividade para saúde humana. Porém, é legal usar esse tipo de agrotóxicos no Brasil porque a elite ruralista brasileira com intuito de resguardar seu poderio econômico influência parlamentares para interferir nas decisões do Poder Legislativo e representar os interesses favoráveis dessa classe quanto ao uso exagerado de pesticidas. Logo, infere-se que um grande obstáculo na diminuição do uso de defensivos agrícolas são o lucros que ele provém. 
      A partir desse mecanismo, os agrotóxicos continuam no mercado e causam malefícios para a sociedade e meio ambiente. Um exemplo disso, é a contaminação de mananciais e a erradicação de espécies ocasionada pelo processo de eutrofização das águas efeito resultante do despejo de fertilizantes diretamente na água. Além disso, existem inúmeros doenças acarretadas a partir do contato com esses pesticidas como: o câncer, intoxicação alimentar, lapsos de memória e danos a visão. Como ilustração desse triste quadro, o documentário “O veneno está na mesa” revela o prejuízos a saúde da população e meio ambiente. Em suma, esses fatores explicitam a necessidade da adoção de medidas para combater esse problema. 
       Torna-se evidente, portanto, que a sociedade hodierna e o meio ambientes estão sendo as principais vítimas do uso inadequado de pesticidas. Em um contexto nacional, urge ao Poder Legislativo juntamente com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a criação de um projeto de lei que não permita que agrotóxicos nocivos sejam usados nas plantações, para que haja uma efetiva inspeção deve ser introduzido o uso de engenheiros agrônomos como agentes fiscalizadores e para os descumpridores da lei deve ser aplicada como pena a queima da lavoura, visando a preservação do meio ambiente e a saúde da sociedade. Desse modo, será possível se abster – ao menos parcialmente- dos fatores econômicos que a produtividade dos agrotóxicos alcança e pensar na saúde ....e meio ambiente.