O uso de animais em pesquisas e testes científicos no Brasil.

Envie sua redação para correção
    Diante do ocorrido com os cães beagle, a sociedade brasileira dividiu opiniões a respeito do uso de animais em pesquisas e testes científicos no país, e, entre as diversas questões, a que tem mais relevância é se existem outros métodos para desenvolver produtos sem que animais sejam usados como cobaias. 
          Entretanto, pesquisadores afirmam existir alguns métodos alternativos capazes de substituir os animais em pesquisas - por meio de técnicas de cultura células e modelos de computador - porém, é evidente que procedimentos como estes são muito mais caros, então é economicamente benéfico para empresas, continuar os testes em cobaias. Acontecendo assim, o chamado "lucro fácil".
    
          Além disso, existem leis que "aprovam" experimentos feitos em animais, por exemplo a lei n°11.794, restrita ao me, restrita aos territórios nacionais e com alguns critérios específicos. Sendo assim, viável para a criação de laboratórios clandestinos, onde são feitas pesquisas cruéis , e muitos destes lugares não são conhecidos pela  Anvisa.
    
          Portanto, se a Anvisa tornar suas leis mais rigorosas, e a população optar por empresas que não usam animais como cobaias para testes científicos, certamente indústrias denunciadas por testes ilegais ocorrerão com menos frequência.