O uso de animais em pesquisas e testes científicos no Brasil.

Envie sua redação para correção
    No contexto social brasileiro, desde a antiguidade, o uso de animais em pesquisas e testes é bastante utilizada como forma de garantia da ciência em publicar uma nova pesquisa, com reduzido índice de falhas. No entanto, é um modo injusto para com a vida de seres vivos irracionais, visto que a saúde dos mesmos se torna vulnerável e fragilizada.
       Em primeira análise, os experimentos com animais ocorrem em prol de uma imposição humana que utiliza os animais como objetos. A exemplo, pesquisa usa 115 milhões de animais por ano no mundo diz ativista e só na Europa estima-se que 3 milhões de bichos morreram anualmente em testes científicos de acordo com o jornal Made for minds. Dessa forma, o índice de maus tratos, transtornos psicológicos, sofrimento, extinção de algumas espécies e morte, é bastante elevada. Assim, percebe-se que o uso de animais para pesquisas científicas e testes pode causar consequências irreparáveis.
    
       Em segunda análise, o animal feito de cobaia é um ser vivo e também sente dor. Dessa maneira, expõe os animais ao sofrimento, submetendo os a procedimentos dolorosos que pode levar até a morte. Para os ativistas do direito animal, os testes com animais além de submeter os bichos ao sofrimento, não trazem resultados precisos . Remédio vendido para grávidas para aliviar náuseas, causou de formação de fetos de várias mulheres nos anos de 1950 estima-se que entre 10 mil e 20 mil bebês nasceram sem pedaço dos braços ou pernas, ou com as mãos e pés diretamente colocados ao tronco, tal remédio foi testado antes nos animais. Dito isso, nota-se quando Oscar Wilde diz "A insatisfação é o primeiro passo para o progresso de homem ou de uma nação",tal fato, mostra o despertar dos ativistas e da Declaração dos Direitos dos Animais um olhar mais crítico sobre o uso de bichos para testes.
         Fica claro, portanto, a necessidade de medidas para mitigar o impacto dos animais para pesquisas científicas. Logo, a saúde dos mesmos não é levada em consideração e não há preocupação por parte dos cientistas, outrossim, é importante a criação de leis contra o uso de animais para o uso de testes laboratoriais. Ademais, outra alternativa seria a busca de outros métodos para tais práticas, como uso de modelos computacionais e matemáticos. Além disso, cabe o Governo investigar o uso de animais em condições de maus-tratos em laboratórios clandestinos. Somente assim o Brasil conseguirá superar os desafios e orientar a sociedade dos danos causados em teste com animais.