O uso de animais em pesquisas e testes científicos no Brasil.

Envie sua redação para correção
    Limite da necessidade medicinal
     
     Animais vem sendo usados para fins medicinais como cobaias durante muitos anos em laboratórios e centros de pesquisas. Esta prática é permitida por lei, porém há muitas opiniões extremamente contra este tipo de pesquisa, principalmente de grupos ativistas. A utilização de animais nos testes é extremamente necessária para a evolução da medicina, tornando o debate social e político importante. 
     A medicina atual envolve processos metódicos, detalhistas e em certos casos perigosos para a saúde do ser humano caso não seja comprovadamente eficaz. Neste momento entra a fundamental participação das cobaias no processo de criação de novas drogas medicinais. Estas precisam impreterivelmente ser testadas antes de serem disseminadas para consumo do ser humano, pois existe a possibilidade de reações metabólicas graves.
      Evidentemente a medicina trouxe significativo aumento na longevidade do ser humano ao longo da história, e sempre foi necessário o uso de cobaias. Antigamente ele próprio era utilizado como uma. Com a evolução da consciência e direitos humanos isso foi extinto. Hoje a exclusividade caiu para os animais, pois apesar de possuírem sentimentos e dor física, são irracionais e incapazes de perceber oque está para acontecer com eles, tornando o processo muito menos doloroso do que para o ser humano.
      Até mesmo os próprios animais necessitam da medicina para sobreviver, por tanto sempre foi e sempre será necessário a existência de cobaias. Porém existe um limite na manipulação delas, respeitando o direito à vida e com consciência sobre limite de dor. É necessário uma maior fiscalização tanto do governo quanto de ONGs para supervisionar se os testes não exageram com a passividade dos animais fazendo-os sofrer mais do que o necessário, e se respeitam o direito de vida deles. Deste forma é conciliado a necessidade medicinal com o bem-estar das cobaias.