Enviada em: 06/05/2018

O Brasil possui um número alarmante de desigualdade social que atinge em sua maioria negros e pardos, e isso os tem privado de direitos primordiais. Por isso, o Governo ao longo do tempo tenta mudar essa difícil realidade no país, porém esse cenário está longe de ser mudado, pois sem um planejamento e aprimoramento dessas metas, essa situação tende a permanecer na "inércia".     Em primeiro lugar, segundo dados da ONU o Brasil é o oitavo país com o maior número de pessoas que vivem na pobreza. Haja vista que a maioria dessas pessoas vivem em favelas, desde os grandes centros às pequenas cidades do interior, estes também localizam se na periferia desprovidos de recursos básicos,isto é, sem saneamento adequado, e uma educação de qualidade. Por consequência disso, há altos índices de desnutrição infantil, e o possível envolvimento no tráfico de drogas, já que este jovem tem poucas oportunidades no mercado de trabalho com baixa escolaridade.       Além disso, segundo a primeira Lei de Newton, diz que se um corpo está parado, a menos que seja submetido a alguma força, permanece parado, então com o intuito de mudar o cenário do país, na qual a pobreza se encontra em estado de inércia, o Governo age desenvolvendo programas sociais.Tais como, o "bolsa família" que garante uma renda para famílias de baixa renda com filhos na escola, com isso contribui para incentivar os pais a colocar  o filho na escola e persistir nessa educação. Assim como também, fez parceria com o MEC para oferecer cursos gratuitos que capacitam e formam jovens, cujo objetivo seja de que estes tenham maiores oportunidades no mercado de trabalho. Enfim, são essas e muitas outras iniciativas que têm dado certo, pois incentivam a sociedade e colaboram para que esta saia do modo de inércia em que permanecia. Porém, isso não tem sido o suficiente para erradicar a pobreza do país.       Destarte, portanto, fica claro que a pobreza no brasil é evidente e atinge a sociedade. Mas, para que a terra verde e amarela saia desse estado de inércia no quesito desigualdade social, é preciso que o Ministério da Educação em parceria com o Ministério da Saúde e as Companhias de água e luz, tracem projetos que visem a construção  de mais postos de saúde e escolas em locais de difícil acesso, mas também, que haja redução da taxa de impostos para os mais pobres, e um aumento no alcance da distribuição de energia e água, para que todos tenham acesso as necessidades essenciais. Com isso, a nação se movimenta em direção à igualdade de direitos básicos....