Enviada em: 06/08/2018

Desde a criação da sociedade brasileira no período colonial, as classes mais pobres sempre foram maioria. No entanto, a pobreza somente se agravou e solucionar tal problema se tornou um desafio.    Primeiramente, há de se falar nas causas da grande pobreza que assola o país. O Brasil, no início de sua formação, foi controlado pelas chamadas oligarquias e, desse modo, construiu-se uma sociedade na qual eram favorecidos os ricos e desfavorecidos os pobres. Assim, aumentava-se ainda mais o desnível entre as classes, refletindo nos dias atuais.    Além disso, a rápida urbanização criou condições propícias para o agravamento da situação. Com precária infraestrutura, cidadãos em busca de vida melhor não a conseguiram encontrar. Indo morar nas periferias, a situação econômica desse setor da população somente decaiu. A crise econômica iniciada em 2014 também trouxe em aumento no índice de pobreza do país com a recessão e alta do desemprego.    A pobreza no Brasil, portanto, é fruto de uma série de acontecimentos desde os primórdios da colonização. Dessa maneira, para amenizar um problema que vem se criando há 500 anos, as soluções também serão a longo prazo. Projetos sociais como o bolsa família, por exemplo, tiveram grande importância para tirar alguns brasileiros da miséria. No entanto, falta fiscalização para penalizar quem não tem direito ao benefício e ainda sim usufrui. Melhorar a educação e seu acesso também são medidas fundamentais. Com maior qualificação da mão de obra, beneficiará não só o cidadão mas também o país....