Enviada em: 22/09/2017

Durante o governo Médici, o Brasil viveu seus “anos de chumbo”, época de crescimento econômico elevado durante a Ditadura militar, porém, com o enfraquecimento do regime, a crise se estabeleceu impondo um cenário de retração e fim do desenvolvimento. Nesse ínterim, a história se repetiu em 2010 quando o país teve seu boom econômico e estagnou anos depois, aumentando o cenário de pobreza das mazelas sociais, tornando necessário que medidas sejam tomadas para resolver a questão.       Atualmente, o carro-chefe para combater a pobreza no Brasil são programas sociais como Bolsa Família, que apesar das muitas críticas e polêmicas da esfera pública, contribui substantivamente para a melhoria da qualidade de vida de muitas famílias. Por outro lado, há uma grande quantidade de pessoas que ainda vivem à margem da sociedade brasileira, problema que dificilmente se resolverá somente com a promoção de programas assistencialistas.        Além disso, o principal desafio é ampliar a qualificação profissional e a oferta de emprego no país, uma vez que o desemprego vem crescendo assustadoramente, cooperando para o empobrecimento da população. Segundo um estudo do Banco Mundial, até o fim do ano de 2017 mais de 3,6 milhões de pessoas estarão vivendo na pobreza. Em contrapartida, a economia brasileira está passando por uma grande recessão devido à crise econômica que vêm piorando nos últimos 3 anos, fato que agrava a situação.         Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. O Ministério de Desenvolvimento Social em parceria com entidades privadas de educação deve oferecer cursos de qualificação profissional gratuitos, a fim de incentivar o interesse e a capacitação técnica. Outrossim, o Ministério da Indústria e Comércio deve fazer incentivos fiscais às empresas que fizerem contratações gradativamente, sem alterar os quadros de funcionários das mesmas, dando oportunidades aos profissionais qualificados, como também, aos que buscam uma chance no mercado de trabalho, solucionando, assim, a crise no país e o quadro de pobreza existente....