Enviada em: 08/05/2018

Desde o Iluminismo,entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro.No entanto, quando se observa a pobreza em evidência,no Brasil, hodiernamente, verifica-se a presença desse ideal iluminista apenas na teoria e não na prática.Nesse contexto,há dois fatores que não podem ser negligenciados,são eles: a quantidade de indivíduos desempregados e os índices de pessoas sem escolarização.     Em primeiro plano, cabe pontuar que com a crise atual do Brasil,aumenta os números de desempregos. Assim,grande parte dos brasileiros mantêm em uma constante luta de sobrevivência, pois dependem do Bolsa Família,rede de proteção social, para que não passem necessidades maiores, como fome.Desse modo, é possível perceber a existência de desigualdade na sociedade brasileira, sendo de grande preocupação para todo país.    Sob essa conjectura, convém frisar da presença de cidadãos que não têm acesso à escola.Mesmo com o recebimento da taxa da rede de proteção, ainda há famílias não conseguindo se manter, e assim os filhos acabam saindo da escola e indo em busca de trabalho nas ruas.Dessa forma, ocorre um retrocesso,pois a educação é de muita importância na vida de um indivíduo para conseguir um progresso, e como afirma Pitágoras:"Eduquem as crianças e não será necessário castigar os homens."     A fim de garantir, primordialmente, soluções para a pobreza em evidência no Brasil, deve haver mudanças. É imprescindível, a participação do Governo, juntamente com a prefeitura, impor a abertura de cargos trabalhistas, para o cidadãos,promovendo a melhora na vida desses. E ainda,o Ministério da Educação (MEC),implantar palestras com o intuito de discutir e conscientizar os jovens sobre a pobreza no país, e as crianças ficarem avisadas que o melhor lugar delas é na escola,e não nas ruas pois segundo Jean Paul Sartre: "Toda hora é hora de fazer o que é certo."...