Enviada em: 29/05/2019

A preocupação no transporte público está presente na contemporaneidade. Ao considerar esse contexto, podem ser discutidas as situações precárias dos ônibus e como a sociedade enfrenta esse caos.        Em primeiro lugar, é preciso analisar uma melhora nos serviços prestados à população, como um aumento da frota de ônibus e o cumprimento dos horários corretos dos serviços, principalmente, em horários de pico, no qual se encontram um maior volume de pessoas e a mesma quantidade de veículos circulando.       Além disso, faz-se necessário atentar para a indiferença dessas empresas frente à sociedade que é a mais prejudicada nessa história, pois paga uma passagem de custo alto, e não tem o mínimo de conforto em seu trajeto. Vale salientar que, por diversas vezes, passageiros enfrentam o atraso, à superlotação e passam o caminho todo em pé, com risco de se acidentar. Logo, esses sinais ainda que evidentes, podem tomar tempo, atenção e dinheiro, tudo que uma empresa não quer perder.       A partir das observações feitas, entende-se que o problema do transporte coletivo está relacionado a falta de comprometimento das empresas com a população. Portanto, os governos estaduais e municipais por meio das secretarias de transporte podem não só ampliar a fiscalização, mas também multar as concessionárias de ônibus que não cumprirem os pré-requisitos de qualidade estabelecidos.Essa atitude, pode causar melhores condições para a população que precisa desse meio de locomoção diariamente....