Enviada em: 21/07/2019

"Próxima parada, Motor!". Essa frase é bem familiar para aqueles que utilizam os meios de transporte públicos, mas especificamente, os ônibus. Entretanto, por trás desse recorte cotidiano está sérios problemas referente à utilização desses meios. Com isso, o uso do transporte público no Brasil se configura como uma problemática, visto que há um descaso governamental com esses meios e uma falta de incentivo a utilização deles, distanciando a população dessa realidade.       A princípio, é fundamental analisar o descaso governamental com a manutenção e com a segurança desses meios de locomoção. Dessa forma, com base na Constituição Federal de 1988 - a qual garante o direito de ir e vir -, esse impasse fere com os direitos do cidadão garantidos pela Carta Magna. Nesse prisma, se faz necessário medidas governamentais que assegurem às pessoas a oportunidade de usufruírem desse direito com total segurança.       Ademais, para além das chagas  governamentais, ainda é imprescindível ressaltar a falta de incentivo à utilização dos transportes públicos. Desse modo, as pessoas se distanciam cada vez mais dessa realidade, assim enfraquecendo a luta pelos direitos. Tangente a essa ideia, o filme "O senhor das moscas" caracteriza bem esse conceito, pois quando a sociedade não está unida, gera o caos. Paralelamente, conforme a ideia do Habitus, proposta pelo pensador Pierre Bourdieu, é fundamental exercer a prática diária, mediante aos incentivos, desse costume, assim criando um novo hábito, favorecendo a reivindicação dos direitos.       Infere-se, portanto, que há sérios impasses referente à utilização dos transportes públicos brasileiros, sendo necessário, assim, medidas de intervenção. Diante disso, urge que o Governo Federal garanta os direitos constitucionais - como o de ir e vir -, por meio da destinação de verbas para a Secretaria de Transportes  Públicos, consequentemente, garantindo à manutenção e a segurança desses meios de locomoção. Concomitantemente, cabe as mídias televisivas, que têm grande influências sociais, incentivar a população, mediate à propagandas, a utilizar o transporte público, com isso, fortificando a luta pelos direitos e criando um novo hábito. Só assim os desafios no uso do transporte público vão ser superados no Brasil....