Enviada em: 18/07/2017

O transporte público urbano,se caracteriza como uma ferramenta acessível a toda a população quanto a locomoção.No entanto,hoje,ao invés de melhorar a mobilidade dos habitantes,transformou centros urbanos como São Paulo e Rio de Janeiro em esferas caóticas.A vista desse cenário conturbado,destacam-se problemas como insuficiência de veículos e obstrução no tráfego.   Mormente,é importante ressaltar que a pouca quantidade de transporte público não supre a demanda populacional brasileira.De acordo,com um levantamento realizado pelo IPEA(Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada),65% dos habitantes do Brasil usam veículos coletivos nas capitais.Logo,a lotação e a desordem em ônibus,trens e metrôs é inevitável.   Além disso,é válido enfatizar que o congestionamento nas principais avenidas se tornou uma situação comum nos centros urbanos.Segundo,reportagens veiculadas nos meios de comunicação um usuário de transporte público gasta em média de 3:00hrs no deslocamento de casa ao trabalho,decorrente do trânsito.Evidenciando,o que mais da metade da população brasileira suporta.   Infere-se,portanto,que o transporte público está agindo de forma antagônica,visto que,o quadro qual faz parte esta cada vez pior.Diante disso,medidas mostram-se necessárias.A começar pelo Estado,este deve assumir total controle sobre todos os veículos coletivos,a fim de disponibilizar uma maior frota em todo território brasileiro,estabelecendo medidas quanto a lotação,como o próprio motorista controlar o limite de passageiros por viagem.Ademais,reformar as principais avenidas do brasil implantando pistas exclusivas para ônibus e fazendo rodízio de placas nas principais cidades em prol de proporcionar comodidade em relação a locomoção.Além do mais,reformar toda a linha férrea,metrôs e trens com o propósito de conceder mais transportes de qualidade a população....