Enviada em: 23/07/2017

Definido como meio de locomoção cujo os indivíduos não proprietários de tais, sendo servidos por empresas privadas ou públicas, o transporte coletivo no Brasil sofre com diversos problemas relacionados a precária gestão e infraestrutura de tais. Dessa forma, se torna essencial que ocorram mudanças nesse setor tão importante para o país, pois grande parte da população brasileira utiliza desse meio todos os dias.       Em primeiro lugar, para ampliar o conhecimento acerca desse assunto, ressalta-se uma das causas que levam aos problemas recorrentes no transporte público, que é o inchaço urbano. Esse fenômeno, está diretamente ligado ao êxodo rural ocorrido na década de 1930, que devido a industrialização atraiu um grande contingente de pessoas do campo. Consequentemente, pela acelerada migração das pessoas não ocorreu um planejamento das cidades, ocasionando na falta de infraestrutura, incluindo o meio de locomoção coletiva.        Em segundo lugar, é importante refletir nas consequências geradas para toda sociedade brasileira. Dentre essas, pode-se citar o número de locomoções insatisfatórias para atender toda população, a qual leva a superlotação presente nesses transportes, além da existência de um transito caótico pela falta de metros, que são veículos mais velozes e não ocupam as ruas, indo em variadas regiões.        Portanto, é de extrema relevância que ocorram medidas para mudar esse cenário preocupante. Como é de responsabilidade do Governo ampliar a rede de metros, a qual leve esse meio para regiões distintas conseguindo atender um maior número de pessoas, que diminua assim, o contingente de indivíduos que usufruem do ônibus, minimizando o trânsito presente nas rodovias. Outrossim, é fundamental que ocorra um aumento nas vias urbanas, a qual garanta mais acessibilidade para todos e maior possibilidades de rotas dos transportes....