Enviada em: 24/07/2017

Com a chegada da indústria automobilística, principalmente no governo de Juscelino Kubitsheck, houve um incentivo ao uso de carros como meio de transporte no Brasil. No entanto, o mesmo incentivo não foi observado quando se diz respeito  a mobilidade urbana, que apresenta diversas falhas quando o assunto é a qualidade do serviço, ampliando significativamente a insatisfação das pessoas que dependem do transporte publico no país.    Primeiramente, é possível apontar que essa defasagem social contribui para o crescimento ascendente do uso de transportes particulares nas ruas, já que a população insatisfeita acaba vendo como vantagem o meio de transporte próprio. No entanto, essa alternativa acaba por promover um trânsito caótico com engarrafamentos quilométricos, uma vez que os grandes centros urbanos não estão preparados para suportar esse fluxo desordenado de carros, motos e ônibus. Na tentativa de minimizar esse efeito, algumas cidades utilizam de um esquema de rodízio de veículos, mas ainda sim é uma medida insuficiente.   O movimento pendular realizado pelos trabalhadores, acaba demandando muitas horas do seu dia por conta de grandes congestionamentos que assolam, principalmente, os grandes centros urbanos do país. Na cidade de São Paulo, segundo a jornal Estadão, os trabalhadores paulistanos chegam a passar 45 dias por ano no trânsito. Além disso, os usuários do transporte de massa encontram carros super lotados e, muitas vezes, sem um ar condicionado o que está longe de condizer com os altos valores pago por aqueles que os utilizam. Neste contexto, pode-se dizer que o Brasil está longe do que é considerado como ideal quando o assunto é mobilidade urbana.  Deste modo, a mobilidade urbana requer uma atenção maior por parte dos governantes, seja em âmbito municipal, estadual ou federal, melhorando a malha rodoviária e fiscalizando de maneira mais efetiva as empresas responsáveis pelo transporte público. Além disso, é de extrema importância a implantação de uma política de incentivo do transporte em massa, com o apoio da mídia televisiva e jornalistica, viabilizando assim a diminuição do trânsito em muitas cidades....