Enviada em: 23/10/2017

O início do século XX foi marcado pela invenção do automóvel por Henry Ford. Neste período de revolução industrial o veículo familiar fora criado para agilizar o transporte nas grandes cidades dos Estados Unidos. Nesse contexto, no Brasil atual, os desafios do transporte público são a mobilidade urbana, prejudicada pelo excesso de carros nas ruas, e a falta de estrutura dos meios de transporte.        A modernização do automóvel e sua popularização originou um aumento na densidade de veículos nas ruas. Com isso, surgiram os problemas de mobilidade  urbana que enfrentamos hoje. Os engarrafamentos e a lentidão do tráfego atrasam as linhas de ônibus e consequentemente afetam a vida das pessoas que dependem desse meio de transporte. Uma das alternativas para melhorar a fluidez do transito é a criação de faixas exclusivas para sua circulação.             Por outro lado, também existem os problemas de infraestrutura dos meios de transporte. Como exemplo temos os casos em que linhas de metrô atrasam por falhas mecânicas. Outro exemplo é a baixa quantidade de veículos de transporte urbano nas ruas sobrecarregando-os, causando desconforto para os passageiros, além de atraso nas linhas.      Portanto, para solucionar esse impasse, medidas precisam ser tomadas. O ministério dos transportes, juntamente com os governos municipais, deve implementar multas e punições para as companhias de transporte que não cumprirem com os serviços de forma regular à fim de reduzir os problemas de atraso e superlotação melhorando, assim, o transporte público....