Proteção da Floresta Amazônica: dever do Brasil ou do mundo inteiro.

Envie sua redação para correção
    O papel do governo no desmatamento 
    A busca por riquezas, impulsionado pelas Grandes Navegações, foi responsável pelo "descobrimento" de vários territórios americanos. Essa ganância também levou o desmatamento de inúmeras floresta, muitas hoje em dia não existindo mais. Infelizmente, a Floresta Amazônica está se encaminhando para esse desfecho, devido a ausência de um equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental, além do descaso dos governos com esse bioma.  
    De acordo com o co-fundador da organização "Greenpeace", Paul Watson, a inteligência é a capacidade das espécies de viver em harmonia com o meio ambiente. Entretanto, esse harmonia não está sendo alcançada. "Os fins justificam os meios" disse o filósofo Maquiavel, o capitalismo é um sistema econômico seguidor desse fundamento, pois não importam os meios, apenas o resultado final, a obtenção do lucro. 
    Partindo desse pressuposto, é comum ver leis, que protegem a Amazônia, sendo alteradas por países, visando mais capital. Isso mostra o desleixo dos governos com essa vegetação. Por possuir 20% de toda fauna e flora existente no mundo, a preservação da Floresta Amazônica se torna um dever mundial. 
    Visando obter uma convivência harmônica entre preservação e lucro, além da conscientização dos países, uma proposta seria a contribuição obrigatória de parte dos ganhos dos blocos econômicos para o bioma amazônico, por meio de leis que regulamentem essa ação. Assim, parte dos danos causados poderá ser revertido.