Enviada em: 02/08/2019

As Revoluções Industriais trouxeram consigo um significativo aumento da poluição, produção de lixo e emissão de gases tóxicos na atmosfera. Posto em análise as questões que englobam essa problemática, fica evidente que a existência do vasto bioma amazônico é essencial para o mundo e como é indispensável sua preservação.  É indubitável que a Floresta Amazônica é um importante e extenso ecossistema que favorece o mundo todo. Neste contexto, é válido enfatizar que ele oferece uma importante estabilidade climática para o planeta, sendo considera por muitos os "pulmões do mundo". Além do mais, é relevante analisar que por sua vasta extensão, ela abriga uma imensa diversidade de fauna, flora e animais, tida como um "santuário" para os ecólogos.  Além disso, é apropriado salientar que segundo Paul Aston, co-fundador do Greenpeace, a inteligência é a habilidade das espécies de viverem em harmonia com o meio ambiente. Dessa forma, é válido ressaltar que  encontrar um equilíbrio entre o desenvolvimento econômico no Brasil e a conservação da Amazônia seria o ideal e a forma mais inteligente de progresso para o país. Porém, isto não ocorre, pois a área de desmatamento, apenas em território nacional, ultrapassa 10 milhões de hectares.  Portanto, é notório a influência da Floresta Amazônica no globo e como sua preservação torna-se essencial para a evolução não somente do Brasil, mas do mundo. Logo, vê-se necessário que o Ministério do Meio Ambiente faça a implantação de leis ambientais mais rigorosas, visando minimizar as áreas cedidas para o extrativismo ou outras formas de desmatamento na região. Além do mais, o governo brasileiro pode propor um acordo mundial, onde todos os países do globo fizessem uma colaboração monetária anual que seria usada para um esquema de monitoramento e segurança das áreas de preservação, a fim de evitar a extração abusiva no bioma....