Proteção da Floresta Amazônica: dever do Brasil ou do mundo inteiro.

Envie sua redação para correção
    No filme “Tainá”, conta a história de uma órfã que vive com o seu avô, em um recanto do Rio Negro, na Amazônia. No decorrer do filme, a personagem se destaca ao salvar um macaco das mãos de caçadores e por ser a guardiã do arvoredo. Saindo da ficção. Diante disso, pode-se observar, desde o processo de colonização no Brasil, a Floresta Amazônica vem sendo alvo de exploração irregular, devido ao retrocesso na fiscalização e negligencia do Governo e da sociedade, pondo em risco toda sua biodiversidade. Destarte, é fundamental analisar toda essa problemática que põe em risco a maior floresta tropical do planeta, para que a nação venha repudiar esse descaso e protege-la.
          Na Amazônia, cerca de 55 milhões de hectares foram desmatados entre 1990 e 2010, segundo o (PRODES), Projeto de Monitoramento da Floresta Amazônica por Satélite, cenário preocupante, pois o ritmo de desflorestamento nas duas últimas décadas, foi 170 vezes mais rápido do que o registrado no Brasil Colônia. A atividade mineradora, expansão agropecuária e crescimento urbano, são agentes que fortalece esse semblante de destruição causado pelo homem. Consequentemente, através de toda essa ação gera-se, a desertificação, extinção de riso, perda de recursos naturais e mudanças no efeito climático. Por conseguinte, todos esses impactos ambientais, contribui para o aquecimento global que, por sua vez, afeta todo ecossistema, sociedade e economia. 
    
         Ademais, outro fator a salientar é a defasagem na fiscalização, pois o Ibama, instituição pública que cuida do meio ambiente, não realiza concursos para o engessamento de novos agentes desde 2009. Sendo assim, fazendeiros, madeireiros e mineradores sentem-se livres para aumentar a produção e desmatar, muitos até contratam índios e tribos para trabalhar ou usa-los como escudo com intuito de dificultar o trabalho da Polícia Federal. Com isso, todo esse caos tem como culpa o Governo, por negligenciar e realizar cortes em investimentos para aprimoramento dessas instituições.
    
       Portanto, é obrigação da nação proteger e respeitar a Floresta Amazônica. Sendo assim, cabe ao Governo Federal Junto com o Ministério da educação, promover palestras, campanhas nas escolas com material didático sobre a importância de proteger e preservar a floresta, sendo acessível a toda população. Pois, ensinando através de matérias específicas com aulas em bosques, no futuro será mais fácil da mesma se conscientizar. Outrossim, compete ao Ministério do Meio ambiente com o apoio do Estado realizar novos concursos do Ibama, como também, mais investimentos na instituição para uma melhor capacitação dos profissionais. Dessa forma, além de formar cidadãos mais conscientes no futuro, aprimoramento da instituição e incentivo da mídia, será possível construir uma sociedade mais sustentável e ambientalista, preocupando-se com o bem da fauna e flora da floresta Amazônica.