Proteção da Floresta Amazônica: dever do Brasil ou do mundo inteiro.

Envie sua redação para correção
    Floresta Amazônica considerada patrimônio cultural vem dando gritos de socorro pelas ações devastadoras causadas pelo homem. Segundo o art 225 da constituição federal, o poder público e a coletividade têm o dever de preservar e defender o meio ambiente para o presente e futuras gerações. Portanto cabe a todos a responsabilidade de impedir que continuem destruindo não só a floresta amazônica, mas o meio ambiente como um todo. 
          São incontáveis os danos causados à natureza, aumento da camada de ozônio, aquecimento da terra,perda de habitats dos animais além de extinção.Perante denúncias, reportagens noticiadas de extração ilegal de madeira, caças ilegais, os poderes públicos, parece dormir, e não obstante existem uma lacuna enorme entre as leis e o cumprimento delas. Mas apesar de tantos transtornos, apenas uma minoria que realmente luta para defender essas práticas consideradas ilícitas.
          Nunca um desabado de um cacique há mais de um século faria tanto sentindo no mundo atual que dizia que quando o último rio secar, a ultima árvore for cortada e o último peixe pescado eles vão entender que dinheiro não se come. Inegavelmente cenários vêm mudando com passar dos anos, não houve uma compreensão de que essa declaração é verídica, que não existe vida na terra sem o meio para sobrevivência que conforme as plantas os animais vão morrendo as pessoas também morrem juntas.       Diante de tudo isso, campanhas de preservação em escolas, praças públicas, usar a favor meios de comunicação, a fim de atingir maior números de pessoas conscientes,para garantir um futuro habitável.Diminuir a lacuna que existe e fazer cumprir as leis, tendo maior eficiência no combate a criminalidade ao meio ambiente, com penas mais duras , não só com cobranças de multas para encher os cofres públicos,mas direcionar os recursos arrecadados para programas de preservação e obrigar a recuperação dos danos causados com plantios de arvores em áreas degradadas.