Proteção da Floresta Amazônica: dever do Brasil ou do mundo inteiro.

Envie sua redação para correção
    A Floresta Amazônica ocupa 40% do território brasileiro, se estendendo ainda para países como Bolívia, Equador, Peru, Venezuela, Colômbia e Guiana Francesa, possuindo uma alta biodiversidade de plantas e animais. Conquanto, essa que é importante na retirada de dióxido de carbono e sendo vista como uma fonte valiosa na luta contra o aquecimento global, vem sendo destruída pela ação antrópica e por objetivos econômicos. Nesse sentido, é necessário que sejam encontrados subterfúgios a fim de resolver essa inercial problemática. 
     Hodiernamente, ocupando a primeira posição entre os países que mais destruíram Florestas Tropicais , seria racional acreditar que o Brasil possui um órgão responsável e que distribui dinheiro de maneira adequada no país. Segundo o site Exame, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, cortou 24% do orçamento anual previsto para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Diante disso, é prejudicial que a sociedade aceite a negligência do poder público. 
     O fato de cortar recursos leva a vulnerabilidade da Floresta, aumentando os riscos à saúde das pessoas e degradando ainda mais a natureza. Em São Paulo, uma rota de fumaças tomou conta do Estado, levando muitos indivíduos a hospitais por insuficiência respiratória. Além do mais, a falta de vigor nas leis coopera para que isso seja constante. Faz-se mister, ainda, salientar, a música "Earth Song", de Michael Jackson, onde o cantor faz um apelo ou uma lamentação sobre o que vemos fazendo com as árvores, com animais e com o mundo em si. 
     Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. O Ministério do Meio Ambiente e o Instituto Nacionais de Pesquisas Espaciais, devem optar pela contratação de uma nova empresa para que essa ajude nesse desenvolvimento de fiscalização, a fim de que se torne ainda mais rigoroso. As escolas como formadoras de cidadãos, podem fazer projetos para que os alunos sejam incentivados a plantar árvores e sejam essenciais nesse progresso. Com isso, espera-se promover melhoras nesse setor.