Enviada em: 25/08/2019

Os grandes desmatamentos praticados na Floresta Amazônica vem tendo um aumento significativo nos dias atuais, devido principalmente a enorme força e crescimento do capitalismo. Por esta ser a maior floresta tropical do planeta e ter uma enorme importância em questões ambientais, o dever e necessidade de protegê-la tende a ser uma obrigação mundial .  O avanço progressista do capitalismo é responsável por diversos problemas ambientais, como a exploração de florestas. A principal causa do desmatamento na Amazônia, é a ocupação de áreas de reservas florestais, por empresas atraídas para a região por incentivo do governo, onde segundo o IBGE, somente entre os anos 1997 à 2013 foram desmatados cerca de 248 mil km² da floresta (aproximadamente corresponde à área do estado de São Paulo).   O máximo dirigente das Nações Unidas, António Guterres, disse: "Em meio a crise climática mundial, não podemos nos permitir mais danos a uma grande fonte de oxigênio e biodiversidade. A Amazônia deve ser protegida" reforçando assim o fato de que a proteção e preservação da floresta brasileira tende a ser dever de todos os países, por esta contribuir com o equilíbrio ambiental do mundo todo.   Conclui-se portanto, que mesmo com o capitalismo em alta a preservação ambiental tem que ser prioridade e por sustentar a vida na terra é uma questão que envolve todas as nações. Faz-se necessário que o governo brasileiro incentive acordos internacionais, com o objetivo de receber ajuda financeira para ampliar o monitoramento das áreas e assim evitar os desmatamentos ilegais, realizando também, com a ajuda da imprensa, campanhas que  promova maior conscientização nacional quanto a preservação do meio ambiente....