Proteção da Floresta Amazônica: dever do Brasil ou do mundo inteiro.

Envie sua redação para correção
    Segundo os números do Inpe, o bioma mais afetado é o da Amazônia, com 51,9% dos casos. Prevê-se que o desmatamento dessa região seja contínuo, até que ela se esgote completamente. Sua biodiversidade e grandiosidade obtêm benefícios além de sua área, mas estão em decadência junto com a floresta e colocam em risco as sociedades que abrangem. Portanto, a importância de proteger a Floresta Amazônica não diz respeito apenas à floresta, mas  também ao cidadão que necessita de seus benefícios; por isso, sua preservação é algo de tamanha importância.
     Apesar de todos esses benefícios que a Amazônia oferece para o mundo, de acordo com a Imazon, cerca de 12% da cobertura original do bioma é representada pelo Arco do Desflorestamento, isso ocorre graças ao intenso processo de desmatamento promovido pelo agronegócio, seja para plantação de soja, ou na criação de pastos para á pecuária, graças á isso, esse processo de degradação acarreta no aumento do efeito estufa, já que a derrubada de árvores irá acarretar na diminuição da captura de gás carbônico, além de realizar a liberação do CO2 já capturado pela flora do local, causando não só um desiquilíbrio ambiental para a teia alimenta que ali vive, como também para o mundo, através das mudanças climáticas como, por exemplo, o regime de chuvas já que os "rios voadores" interferem não só no regime de chuvas do Brasil, mais também em outros pais como Uruguai e Paraguai.
    A floresta precisa, de fato, ser preservada para garantir a perpetuação das espécies e para assegurar que os povos indígenas, defendidos constitucionalmente, possam viver no local. Contudo, para que isso aconteça, é fundamental que o Ministério do Meio Ambiente e a Força Aérea Brasileira atuem em conjunto para reprimir a destruição do bioma. Isso pode ser feito por meio do patrulhamento aéreo dos sítios mais afetados.