Proteção da Floresta Amazônica: dever do Brasil ou do mundo inteiro.

Envie sua redação para correção
    Com o início da Revolução Verde, no século XIX, o Brasil começou a ocupar mais terras para o plantio, devido à possibilidade de plantar em solos não favoráveis com a utilização de técnicas, juntamente com a mecanização das atividades no campo. No entanto, há um vasto desmatamento na Região Amazônica, gerando impactos ambientais e sendo necessária a proteção da região.       Primordialmente, é válido ressaltar os altos desmatamentos na mata amazônica. De acordo com dados do jornal G1 Globo, a área da Amazônia com alerta de desmatamento subiu 278% em julho de 2019, se comparada ao mesmo mês de 2018. Nesse modo, nota-se que o desflorestamento desenfreado para a obtenção de recursos naturais está presente no Brasil. Logo, geram-se altos impactos e grande perda da Floresta.
       Além disso, devido à escassez de fiscalizações regulares para controlar o desflorestamento exacerbado corroboram para tal problemática. Segundo pesquisas do Jornal O Globo, cerca de 73,31% da área da Amazônia no Brasil teve status de proteção alterado. Nessa perspectiva, torna-se explícita a falta de proteção de determinada área, sendo necessária uma preocupação maior, não só devido a alta importância da Amazônia para o equilíbrio ecológico do planeta, mas também a umidade do ar gerada pela Floresta Amazônica que é disseminada para outras partes do país e do continente sul-americano.
           Infere-se, portanto, que medidas são necessárias para aprimorar a proteção na Região Amazônica. O Governo Federal, juntamente com o Ministério da Agricultura, deve implantar fiscalizações mais rígidas nas regiões da Amazônia que apresentam maiorrs índices de desmatamento, com o uso de satélites para a melhor visualização da região, e consequentemente, caso ocorra o desrespeito em relação à fiscalização, ocorrerá punições para tal circunstância. Outrossim, a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), deve atuar em conjunto com o Brasil para garantir a proteção da região, pois, a maior parte do território da Amazônia é brasileira. Só assim a Floresta Amazônica será mais protegida.