Materiais:
Enviada em: 13/05/2017

Para o sociólogo francês Émile Durkheim, o indivíduo só poderá agir na medida em que aprender a conhecer o contexto no qual está inserido, suas origens e as condições de que depende. Sob esse aspecto, torna-se indubitável a influência pejorativa das falácias disseminadas na internet sobre a dinâmica coletiva e as ações individuais. Destarte, é válido discutir os principais aspectos referentes à problemática e buscar medidas para solucioná-la.    O advento da tecnologia em consonância com a ascensão da globalização promoveu a democratização do conhecimento e facilitou a inteiração quanto aos acontecimentos globais. Ademais, todos os usuários contemplam a oportunidade de publicar e compartilhar dados. Todavia, infelizmente, tal fator ocasionou a infestação da rede com argumentos falsos e, não raro, de conotação alarmista ou danosa à vítima do boato. Sendo assim, o mal uso dessas ferramentas produz corolários negativos para o tecido social.       Outrossim, dados divulgados pelo jornal Folha de São Paulo explicitam a elevação do índice de pessoas que utilizam as redes sociais como principal instrumento informacional. Por conseguinte, é imprescindível a percepção crítica por parte dos interlocutores e o hábito de apurar os fatos veiculados nos meios de comunicação a fim de evitar conclusões errôneas. É válido, portanto, ressaltar a relevância de projetos socioeducativos para atingir esse propósito, afinal, como entendia o pensador William James, o ser humano só pode alterar sua vida mudando sua atitude mental.       Com o fito de mitigar ou findar o problema deve-se instruir a ação de certos agentes. Logo, bom seria se a mídia elaborasse campanhas de alerta a respeito da questão por meio de panfletos e reportagens jornalísticas, além de elucidar as melhores maneiras de proteger-se das mentiras virtuais. Com isso, será possível minimizar o alcance dessas mensagens e conscientizar da população. Os cidadãos comuns, por sua vez, poderiam se ater essencialmente aos relatos obtidos de fontes oficiais e, paralelamente, denunciar as postagens enganosas ao administrador da rede social para que essas possam ser retiradas de circulação e, assim, atenuar o seu impacto. Talvez, dessa forma, perfaça-se o estado de homeostase, termo usado na biologia para indicar equilíbrio.