Envie sua redação para correção
    De acordo com a tábula rasa de John Locke, o homem nasce como uma folha em branco, as experiências e acontecimentos acabam preenchendo o indivíduo. Assim, de forma análoga ao contexto atual brasileiro, a sociedade acaba por si só criando páginas mau escritas, pessoas são coagidas quase obrigatoriamente à violência por conta do corpo social. 
      A princípio, a desigualdade sócio-econômica nos centros urbanos gera uma disparidade na distribuição de riquezas. Isso, corrobora o fato de que apenas um pequeno percentual da população tem acesso a educação de qualidade. Logo, uma parte dos brasileiros ficam à deriva da barbárie, já que, não tiveram o direito básico ao seu desenvolvimento, então encontram-se obrigados a usar a violência como meio de sobrevivência. 
      No entanto, a problemática não se restringe a apenas falta de educação de qualidade, mas também ao descaso governamental. Nesse quesito a ineficiência do estado ao combate á violência é evidente, suas políticas de conflito direto com mais agressividade só acaba agravando ainda mais o quadro. Vale ressaltar, também, que o sistema punitivo brasileiro é ineficiente, os indivíduos não são ressocializados e voltam piores à sociedade. 
      Diante dos fatos apresentados, fica evidente a necessidade de medidas para abrandar essa problemática. Portanto, o Governo Federal deve taxar a elite, realocando esse dinheiro arrecadado, usando de modo a garantir equidade educacional, investindo no ensino fundamental, gerando oportunidades a todos. Outrossim, faz-se indispensável que o Ministério da Justiça implante medidas que ressocialize a população carcerária, pedagogia e realocação de presos com base nos seus crimes a ficarem juntos assim, aumentando a readaptação ao meio social. Desse modo, podemos reescrever folhas com histórias correta.