Envie sua redação para correção
    Violência, a Marca de Sangue que Mancha o Brasil
     A Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), regida em 1948, pela Assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU), concede a todos os cidadães o direito de viver livre em sociedade, que engloba o direito a vida segura. Entretanto, esse direito é corrompido e afeta todas as famílias brasileiras, pela falta de conscientização da população e a falta de segurança no país, que origina assim, á violência urbana rigorosa do século XXI, em dados estatísticos: nos últimos 20 anos, o números de assassinatos cresceu 237%, equivalendo a 11% de todas as vítimas do planeta, segundo publicação da (ONU). 
     Diante disso, o CNJ divulgou a Politica Judiciária Nacional de Enfrentamento a Violência Doméstica, as denúncias diárias recebidas caracteriza 923 em média, todas as vítimas mulheres que qualificam 23% como agressões físicas. Isso significa, portanto, que o empoderamento do homem pela força física e a imagem de inferioridade da mulher, com a junção do esterótipo de gênero é um dos precursores dessa violência.
       Outra forma de violência urbana, comumente no país é a no trânsito. Essa é a representante do maior fator de mortalidade entre os jovens homens, que cerca de 1 a cada 5 jovens, com a Carteira Nacional de Habilitação, já se envolveram em algum tipo de agressividade ao dirigir, segundo o Ministério da Saúde. Em 2018, na cidade de Curitiba, de origem a uma briga no transito ocasionou a morte de um homem, após uma discussão no semáforo, fato divulgado em rede nacional, pelo Jornal Nacional da Rede Globo. 
       Para fim da exclusão dessa passo negativo na sociedade, os governantes federais e estaduais deve  manter todos os dias propagandas em tvs, e rádios de todo o país, esclarecendo os pontos negativos desse ato, Tem que escolher um dia do ano para a conscientização e contra a violência, nessa data todos os meios educacionais dos leitos públicos e particulares, desde crianças até homens e mulheres, deverá contem palestras educacionais, com destaque na conscientização a vida dos seres humano, repassar as formas de defesa e onde procurar ajuda com a divulgação do telefone 180. É o dever do Ministério da Educação, junto com a corporação que exerce o poder da polícia, abrir editais para concursos de polícia, para dobrar a demanda de profissionais,  porque para cada 400 pessoas, existe 1 policial, dessa forma disponibilizara melhor atendimento, e conseguinte a esse impasse irá minimizar ao máximo.