Violência urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Em meados do século XVIII, surgiu na Mesopotâmia o Código de Hamurabi, baseado na lei "olho por olho e dente por dente". Esta lei, permite uma refletir que a violência dentro da sociedade é algo arcaico, sendo incentivada durante anos através do próprio código, que punia violência com violência, além de diversas guerras ocorridas ao longo dos séculos. Atualmente, existem diversos tipos de violência, entre elas, pode-se examinar a violência contra a mulher e os motivos que levam à criminalidade no Brasil.
          Inicialmente, é possível entender a violência contra a mulher sendo de cunho sexual, físico, psicológico e verbal. Constantemente os jornais brasileiros exibem casos de mulheres vítimas de abuso sexual, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, no Brasil em 2015 ocorreram em média 1 estupro a cada 11 minutos. Infelizmente nem todas às vítimas dos estupros são adultas, algumas são crianças e adolescentes, além disso, algumas acabam falecendo ou são assassinadas. A violência física é também muito comum, na qual os agressores são geralmente os cônjuges. Dessa maneira, é inadmissível que mulheres não possam se sentir seguras com seus próprios maridos.
    
          Dessa forma, o que leva alguém a atacar uma mulher ou assaltar e matar? Simples, na maioria dos casos o ciúme é o vilão dos lares e a pobreza, a fome e a miséria é o que move alguém a cometer crimes como o assalto. No entanto, não se pode ignorar que existem aqueles que são motivados pelo vício em alguma droga, e aqueles que matam pelo simples prazer de matar, verdadeiros psicopatas. Martin Luther King, ativista político, vai dizer que "A violência cria mais problemas sociais do que resolve", refletindo sobre tal afirmação, é possível concluir que o Código de Hamurabi é uma medida incoerente de se fazer justiça, o mais eficaz é que o Estado garanta moradia, alimento e segurança para todos, gerando consequentemente uma diminuição de problemas sociais, uma vez que a criminalidade seria reduzida.
    
          Destarte, é fundamental que o Ministério da Justiça disponibilize meios rápidos e eficiente de denúncia, como a criação de aplicativos que visem aproximar a população da polícia, por exemplo, para facilitar a captura de criminosos. É viável também ao Governo Federal, a criação e execução de programas que levem para comunidades mais pobres serviços de saúde, educação e segurança, além de ofertas de emprego, garantindo melhor qualidade de vida para todas a população brasileira.