Envie sua redação para correção
    De acordo com o Atlas da violência de 2018, o Brasil tem taxa de homicídio 30 vezes maior do que Europa. Com olhar preocupado sobre esse dado, faz-se necessário uma análise sobre o que fazer para diminuir essa problemática entre o povo brasileiro, observando questões socioeconômicas, demográficas, culturais e políticas que contribuam para tal.
            A priori, vale ressaltar que a maioria das mortes violentas são de jovens entre 15 a 19 anos, e que mais de 50% das pessoas assassinadas são negras ou pardas - isso é um retrato da desigualdade racial no país. Isso também se deve ao fato de que os jovens que moram em comunidades carentes veem a criminalidade como opção de vida, consequentemente gera a violência, que causa a morte.
             Ademais, além dos fatores socieconômicos e demográficos, os fatores culturais e políticos colaboram com a estatística. Pois no governo petista milhares de pessoas saíram da linha da pobreza, devido a programas como o Bolsa Família, instituído por Lula. Porém, mesmo com a redução da pobreza no país, não resultou na taxa da criminalidade.
               Tendo em vista os aspectos mencionados, medidas são necessárias para diminuir o índice de mortes violentas no Brasil. O estado deveria, por meio de políticas enfraquecer o crime organizado, retirando dos mandantes presos todas as regalias e que as polícias na rua tivessem respaldo para combater o crime. Dessa forma, diminuiria bastante o índice de mortes violentas no país.