Envie sua redação para correção
    O índice de violência urbana brasileira vêm crescendo significativamente no decorrer dos anos. Não só questões socioeconômicas e culturais acarretam consequências negativas para esse aumento como também perdas irreparáveis decorrentes de homicídio e violência doméstica.
       Antes de mais nada, a desigualdade social no Brasil vêm sendo apontado como um dos principais motivos do aumento da violência. Do mesmo modo, a pobreza, juntamente com a necessidade de sobrevivência humana, resultam na marginalização e em atos violentos para com a sociedade que sofre cada vez mais.
      Uma vez em que cidadões brasileiros são tratados com tanta desigualdade, a taxa de homicídio vêm crescendo ainda mais, principalmente entre jovens de 15 a 19 anos, segundo a pesquisa realizada em 2018, pelo FBSP juntamente com Ipea. Além disso, inumeras mortes violentas são resultadas pelas perdas de negros e mulheres, os quais sofrem com a desigualdade racial e pela violência doméstica, inclusive por pessoas próximas a elas.
        Dessa forma, há vários fatores a serem melhorados, onde os quais devem ser ensinados desde cedo para as crianças para que saibam respeitar a todos de forma igualitária. Ademais, o Estado precisa aprimorar sua legislação com leis mais severas, para que, pondo-as em práticas, essa violência diminua.