Violência urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Segundo Platão, " o importante não é viver, mas viver bem". Entretanto, essa não é uma realidade vivenciada pela grande maioria dos brasileiros, visto que, os altos índices de criminalidade existentes no País impedem o Cidadão de exercer o direito fundamental de ir e vir, que é assegurado pela Constituição Federal de 1988. Sob esse ângulo, a violência urbana configura-se um grave problema que é motivado pelo atual sistema de ensino deficitário e também pela passividade governamental.
       À princípio, é indubitável que a educação, no Brasil, encontra-se precária, fato que é comprovado pelo resultado obtido pelos estudantes brasileiros no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), no qual eles ficaram entre os dez últimos países do ranking em Matemática, Ciências e Leitura. Nessa conjuntura, é dada margem ao aumento da evasão escolar, o que contribui para o crescimento da violência, uma vez que, fora da escola, os indivíduos são mais suscetíveis a entrar no mundo do crime. Assim, esse imbróglio deve ser revertido, pois, como afirmou Pitágoras " é preciso educar as crianças para que não seja necessário castigar os homens".
       Ademais, a falta de ação do Estado no tocante a punir efetivamente os criminosos é um fator preponderante na continuação de altas taxas de violência na Nação. Acerca desse tópico, o jornalista e político brasileiro Carlos Lacerda, acertadamente, constatou "a impunidade gera a audácia dos maus". Nessa perspectiva, são imprescindíveis medidas tangentes à resolução dos entraves supracitados. Dessa maneira, o povo tupiniquim poderá aproximar-se  da realidade descrita por Platão.
       Portanto, cabe ao Poder Executivo destinar mais recursos para o ensino fundamental e médio, investindo em cursos de capacitação de professores, a fim de que eles estejam mais preparados para ensinar as crianças e jovens. Dessa forma, os níveis educacionais melhorarão. Concomitantemente, cabe ao Congresso Nacional, por meio do processo legislativo, endurecer as leis, visando a punição efetiva de crimes. Com isso, os índices de criminalidade e violência urbana, no Brasil, diminuirão.