Violência urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Para o sociólogo francês, Élim Durkheim, "o indivíduo só poderá agir na medida em que aprender a conhecer o contexto em que está inserido, a saber quais são suas origens e as condições de que dependem". Contudo, o Brasil não efetivou esse pensamento, posto que trata com descaso a educação e suas ações no combate a pobreza são ineficientes. Tal combinação é perfeita para fomentar a violência nas cidades brasileiras. Nesse sentido, convém analisarmos as principais consequências dessa postura negligente para a sociedade.
          É indubitável que existam outros fatores contribuintes para o aumento desta cólera nos centros desta Nação. No entanto, a falta de investimento mais de modo mais enfático no sistema educacional público é o fator mais importante. Dessa forma, o antropólogo Darcy Ribeiro, em um evento realizado no ano de 1982 em Minas Gerais, já fazia uma projeção deste pais na frase célebre, " se os governantes não investirem em educação, em 20 anos faltará dinheiro para construir presídios."
          Outrossim, destaca-se também como "catalisador" desse problema a ineficiência de políticas públicas voltadas à redução da pobreza. Os garotos e garotas nas comunidades mais carentes, onde o Estado é ausente, são aliciados pelas facções para "trabalharem" no sistema criminoso, exercendo então funções como "aviãozinho", "soldado" do crime e até pode chegar a gerência de uma "boca"de fumo. Os jovens veem, pela ótica errada, nessa vida uma forma de ascensão social.
           Fica evidente, portanto, que a justiça obrigue os entes federado, estadual e municipal a pagarem o piso salário estabelecido pelo MEC aos professores e de modo proporcional as suas graduações adquiridas, valorizando assim esses profissionais e incentivando-os a buscarem novas qualificações. Além disso, o Mistério do Desenvolvimento tem que reativar os vários projetos sociais como Minha casa, minha vida; bolsa gás, família, educação que  servirão de suporte para a população mais carente deste Brasil.