Violência urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    A Constituição Federal de 1988 garante no artigo 5° à liberdade e à segurança para os cidadãos. No entanto, quando se observa a violência nas cidades do Brasil atual, verifica-se que este objetivo não é constatado na prática e o problema persiste como resultado do meio social criminoso aliado à corrupção das polícias. Nesse contexto, é preciso compreender suas verdadeiras causas para solucionar o problema. 
      De acordo com Émile Durkheim, sociólogo contemporâneo, o fato social é uma maneira coletiva de agir e de pensar, dotada de aparência, totalidade e coercitividade. Seguindo essa linha de pensamento, observa-se que nas comunidades em que o crime organizado impera, os traficantes e bandidos criam um ambiente favorável para que jovens possam aderir práticas violentas, dando por conseguinte prosseguimento a violência nas cidades. Desse modo a segurança dos cidadãos permanece ameaçada e a garantia dela apenas no artigo.
      Em consonância, destaca-se a corrupção policial como disseminador do problema. Em decorrência de vários fatores, entre eles os baixos salários, muitos policiais que deveriam dificultar o trabalho do crime organizado e por resultado barrar a violência que os criminosos promovem na sociedade, acabam sedendo a pressões e se aliam a eles em troca de dinheiro. Desse modo, esses policiais facilitam o tráfico de armas e drogas, além de se negarem a ver a violência promovida pelos mesmos. A exemplo disto, os filmes Tropa de Elite emitem bem essa violenta realidade brasileira.
      Assim sendo, o Ministério da Educação deve por meio de aulas de música e leitura nas comunidades ensinar boas ações aos jovens, para que o meio social no qual eles se encontram seja alterado, e assim não venham a se envolver com a violência do mundo do crime. Além disso, o Ministério da Justiça deve por meio da criação de um órgão específico, investigar as ações dos policiais ante o crime organizado, além de ajustar o salário dos mesmos visando evitar e punir quem se alia com o crime. Desse modo, a segurança dos cidadãos poderá começar a ser, de fato, garantida.