Violência urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    O filósofo e matemático grego Pitágoras disse: " Educai as crianças e não será preciso punir os homens". Analisando essa afirmação, é possível notar que ela tem relação direta com o atual cenário da violência no Brasil, pois a escassez na educação e a falta de oportunidades são apontados como principais causadores do aumento desta problemática e sabe-se que a segregação socioespacial, que ocorre principalmente nas metrópoles brasileiras, é um fator que alimenta essa desigualdade de classes no Brasil.
       Em primeiro lugar, é preciso apontar uma das bases causadoras desta alta na violência do país, que é a falta de educação de qualidade e que ocorre principalmente em zonas periféricas. Uma avaliação apontada pelo G1 (Globo), mostra que há uma disparidade quando se é comparada a eficiência na educação das redes públicas em relação as privadas e este panorama desigual é mais frequente em bairros menos favorecidos, devido ao descaso do Estado.
       O número de homicídios segundo o Ipea, pode representar quase 10% do total das mortes no Brasil e se dá principalmente entre os jovens. A falta de oportunidades, que é um fator propiciado geralmente pela carência na educação, é uma porta aberta para jovens adentrarem ao mundo do crime e posteriormente ao uso de violência para suprir as necessidades das organizações criminosas e isso se deve pelo motivo dos jovens não terem tido brecha no mercado de trabalho, ocorrido devido ao bairro nível de escolaridade dos mesmos.
       Por conseguinte, é fundamental que medidas sejam tomadas para melhorar o impasse, para que a educação seja implantada de forma mais eficiente e igualitária no Brasil, por isso urge que o Estado através do Ministério de Educação e Cultura (MEC) tome providencias e este venha a efetivar projetos que invista na educação, tornando ela de qualidade, para que os jovens cresçam com a mentalidade alicerçada no que é correto e que possam desenvolver uma formação acadêmica para o futuro.