Violência urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Um dos principais problemas de nosso país é a violência nós não podemos deixar esse assunto de lado, acontecem em média 7 assassinatos por hora, são mais de 60.000 assassinatos por ano , que representam um aumento de 2,9% em comparação a 2016, esse é um assunto que precisa ser debatido e ser investigado para eliminarmos o mal pela raiz, uma das possibilidades seria a desigualdade econômica estabelecida no Brasil, mas pesquisas mostram que mesmo com a melhora da situação econômica das pessoas menos favorecidas o nível de violência não diminuiu, os estupros também cresceram, 8,4%: foram 60.018 naqueles 12 meses. O meio de solucionar os problemas de segurança pública são por unir e coordenar ações hoje alheias entre os poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, como diz Renato Sérgio de Lima, presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. “Para fazer isso os próximos governantes têm que focar em algumas causas que são transparência, financiamento (gastar melhor o dinheiro), território (segurança pública é uma questão local) e a formação e valorização dos nossos policiais. Se fizerem isso, conseguirão vencer o problema”, diz.Renato Sérgio foi entrevistado pela série “Brasil: ponto de partida?” A educação seria uma ótima solução para o combate a violência e a criminalização, em países de primeiro mundo, como o Japão, a educação pública (que não é inteiramente pública, mas é dado a toda a população) é uma das áreas que mais ganham capitais e incentivos por parte do governo. Estudos realizados pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS) e pelo docente Daniel Cerqueira, da Organização de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), do Rio de Janeiro, apresentam uma relação inversa entre o crime e a educação. Quanto maiores são as taxas de escolarização, menores são as declarações de violência.