A judicialização da saúde no Brasil.

Envie sua redação para correção
    A  judicializaçao da saúde é uma forma de pacientes entrarem na justiça para adquirirem tratamentos que não estão presentes no SUS. Apesar de tal medida ajudar milhares de brasileiros impasses como , a lentidão da justiça muita das vezes deixa o paciente delimitado contribuindo para agravar seu caso. 
         Em uma primeira análise é correto afirmar que a justiça brasileira torna-se precária devido a sua demora para solucionar casos. Logo, processos na qual o paciente entra na justiça para conseguir tratamentos não gratuitos , não é  diferente. Porém, devido a tais embargues muito desses doentes passam a maior parte de sua doença esperando uma solução , contribuindo para o agravamento de seu problema. Visto que, ao piorar, o poder público “estaria gastando mais” pois, ele recorreria à hospitais públicos e teria que pegar mais remédios.
          Por isso , o SUS deve atualizar sua lista de tratamentos. De acordo com o Ministério da saúde, o governo gastou 1,6 bilhão em judiciaçao em 2016 contra 1,2 bilhão em 2015. Porque, visto que ao comprar doses para uma única pessoa , o valor daquele remédio torna se 4 vezes maior ao comprar em grande quantidade. 
             Visto tais impasses ,mudanças devem acontecer. Como, a desburocratização e uma rapidez na justiça. Isto é, juízes especializados no assunto , de tal maneira que ao chegar um doente com um processo ,a autoridade já o atenda e libere seu caso. Mas também uma atualização na lista do SUS, com a inclusão de tratamentos de doenças raras que existe em maior número na população, logo a compra dos remédios em grande escala abaixaria seu preço de custo.