A judicialização da saúde no Brasil.

Envie sua redação para correção
    Há, no Brasil, o aumento da judicialização da saúde. Segundo Friedrich Nietzsche, "a desigualdade dos direitos é a primeira condição para que haja direitos". Assim, quando as garantias não são dadas ao povo como deveriam, abre-se espaço para requisita-las por meio do judiciário. Diante dessa perspectiva, cabe avaliar os fatores que favorecem esse quadro.
         Em primeiro lugar, uma das causas é a falta de infraestrutura nos espaços públicos de saúde que seja capaz de atender a todos. Conforme os quadrinhos do "X-men", os mutantes não tinham locais com uma estruturas certa para atende-los, logo não tinham o necessário para viverem com seus poderes, e por esse fato, tiveram que recorrer a um lugar com capacidade de ajuda-los. Dessa maneira, isso também acontece com muitos enfermos que procuram estabelecimentos públicos de saúde, que muitas vezes, não possuem condições para ajuda-los, seja por falta de leitos, ou seja por precariedade nos aparelhos de exames. Devido a isso, tem crescido a recorrência a judicialização, a fim de conseguir locais de atendimento que tenham as estruturas essenciais para o paciente.
         Em segundo lugar, existe falha na organização financeira do SUS. Segundo a História, a crise de 29 ocorreu também devida à precária fiscalização do capital entrando e saindo do País, que fez se gastar mais do que se recebia. Assim como os EUA, os órgão públicos de saúde não estão gerenciando os recursos monetários com observância, pois tem faltado dinheiro para remédios à população, para exames caros e utensílios de cirurgias. Por conseguinte, quem necessita do atendimento do SUS, por vezes não consegue um determinado remédio, ou realizar uma cirurgia, pois falta recursos nos órgãos. Logo, isso gera cada vez mais judicializações da saúde.
          Em suma, recorrer ao judiciário para obter direito ao acesso a saúde tem ocorrido cada vez mais. Logo, cabe a SumaSUS( Sistema de Apoio à Elaboração de Projetos de Investimentos em Saúde) identificar os problemas de infraestrutura que estão prejudicando no atendimento dos pacientes, através de investigações com os profissionais de saúde e os enfermos, para que haja um local onde possa realizar atendimentos a todos que precisem. Ademais, a Gestão Financeira do SUS deve obter estratégias monetárias, por meio de  consultas de empresários e financeiros, para o dinheiro ser distribuído de forma que sustente os órgãos de saúde pública e não falte nenhum recurso para os mesmos. Assim, não haverá mais causas para a judicialização da saúde ocorrer.