O impacto dos ultraprocessados no padrão alimentar brasileiro.

Envie sua redação para correção
    Os alimentos ultraprocessados estão em alta por todo o mundo. Já no Brasil a produção e o consumo desses alimentos tem aumentado de forma significante nas últimas décadas. É possível destacar tanto aspectos positivos como negativos. Se por um lado são mais práticos; por outro; trazem inúmeros problemas para a saúde dos seres humanos. Nesse sentido, consumir alimentos processados trazem facilidade no dia a dia dos brasileiros, pois, já estão prontos ou pré-prontos, apenas esperando para serem consumidos, em qualquer estabelecimento eles são encontrados, com maior relevância em fast-foods. 
    Entretanto, causam vários tipos de doenças como: cardiovasculares, diabetes, colesterol alto, sobrepeso, hipertensão e obesidade, pois, são ricos em sódio, açucares, carboidratos e gorduras, tornando altamente caloricos. É o grande público alvo desse tipo de comida são crianças e adolescentes, pois, são recheadas de produtos gostosos e atrativos ao olhos.
    Desse modo, a ambição das indústrias em produzir mais alimentos com um prazo maior de validade e com boa aparência, exageram no uso de conservantes e outras substâncias , sem se preocuparem com os danos que iram causar á saúde e bem estar da população.
    Logo, o ministerio da saúde junto com a Anvisa devem fiscalizar as fabricas e industrias que fabricam esses alimentos, não permitindo o uso excessivos de conservantes e outras substâncias que acarretam males a saúde daqueles que a consomem. É o governo junto com os canais de televisão produzirem propagandas alertam sobre os efeitos que causam na saúde o consumo de alimentos ultraprocessados, industrializados, e incentivar as pessoas a consumirem alimentos mais saudáveis, e praticarem atividades fisicas, assim, diminuindo o risco de doenças e o obesidade .