Envie sua redação para correção
    Na metade do século XX, ocorreu uma ampla mecanização na agricultura que desencadeou o aumento da produtividade, fenômeno conhecido como "Revolução Verde". Tal fato, proporcionou a criação de novos meios para fabricar os alimentos, por intermédio da utilização de tecnologia e adição de outros compostos. Nesse sentido, é possível afirmar que os alimentos ultraprocessados ameaçam a saúde da população. Sob esse aspecto, convém analisar as principais causas e consequências dessa problemática vigente.
             Primeiramente, vale destacar que o pouco conhecimento acerca dos prejuízos desses alimentos para o futuro coloca em risco a integridade dos cidadãos. Isso se comprova pelo estudo feito pela Universidade de Navarra, em que foram avaliadas pessoas que tinham dietas relacionadas com o consumo de comida adulterada  e muitas delas tiveram o aparecimento de doenças. Assim, a má fiscalização na produção desses alimentos colabora com a diminuição do bem-estar dos indivíduos. Nesse contexto, é lamentável a falta de controle no processo de criação desses comestíveis.
    
          Em consequência disso, a adição desses compostos provoca uma disfunção no organismo, ainda que a ciência tente incrementar um valor nutricional maior nessas comidas. Segundo Steve Jobs, filantropo engajado nas transformações do planeta, a tecnologia move o mundo. Porém, o uso inadequado desses procedimentos gera um efeito contrário, haja vista que a saúde humana é afetada por essas substâncias. Nesse cenário, é fundamental a adequação desses processos para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.
             Portanto, medidas são necessárias para mitigar o risco dos ultraprocessados. O Ministério da Educação deve implementar mecanismos para adequar a dieta dos alunos, por meio da criação de aulas sobre saúde alimentar, com a presença de nutricionistas nas escolas para oferecer dietas individualizadas para cada aluno, pois a escola possui papel fundamental na vida do educando. Ademais, cabe a mídia televisiva promover campanhas que mostrem o perigo dos ultraprocessados, por intermédio de pesquisas relacionando o aparecimento de enfermos com o consumo deles, com participação de especialista no ramo de nutrição, visto que os veículos de comunicação são essenciais para disseminar conhecimento para os indivíduos. Espera-se, com isso, a manutenção dos bem-estar social, além da diminuição desses perigos para a sociedade.