Envie sua redação para correção
    Com o advento da Revolução Industrial,no século XVIII,alterou-se o modo de vida da sociedade em escala global.Diante disso,os alimentos industrializados  passaram a fazer parte do cotidiano da sociedade devido a praticidade e ao baixo custo em relação aos alimentos "in natura".No entanto,os alimentos ultraprocessados não só possibilitou a comodidade no momento das refeições,mas também contribuiu com aumento da obesidade e de doenças crônicas na população.Nesse contexto,deve-se analisar como a publicidade excessiva e a falta de uma educação alimentar influenciam nos hábitos alimentares dos indivíduos.
      Em primeiro lugar,vale salientar que a disseminação de propagandas de produtos alimentares industrializados impulsionam o consumo.Segundo os filósofos Adorno e Horkheimer,a industria cultural utiliza dos meios de comunicação de massa para disseminar padrões de consumo que geram uma falsa sensação de felicidade e prazer.Sob tal ótica,as mídias de grande alcance facilitou a propagação de anúncios de alimentos prontos ou semi-prontos ricos em açucares,sais e gorduras.Assim,devido a rotina de trabalho intensa dos indivíduos os alimentos ultraprocessados se tornaram opções mais viáveis,visto que são facilmente encontrados e possuem alto prazo de validade. Consequentemente,esses alimentos pobres em nutrientes ocasiona um déficit alimentar na população.
       Outrossim,é válido ressaltar a ineficácia das políticas públicas de promover uma educação alimentar na população.De acordo com dados do Ministério da Saúde,55% dos jovens tem hábitos alimentares irregulares.Nesse viés,são os jovens que mais consomem alimentos ultraprocessados,haja vista que são facilmente persuadidos por esses itens devido a falta de instrução sobre hábitos saudáveis.Isso porque,as instituições de ensino não atuam de maneira eficaz em orientar os alunos a optarem por alimentos naturais,pois visam apenas os conteúdos didáticos.Por conseguinte,os hábitos irregulares na alimentação compromete o desenvolvimento dos indivíduos.
     Infere-se,portanto,que é imprescindível medidas para minimizar o consumo de alimentos ultraprocessados no âmbito social.Logo,cabe ao Poder Legislativo - ramo do Estado responsável por legislar  - desenvolver um projeto de lei que obrigue as empresas a diminuir o uso de aditivos químicos nos alimentos - uma vez que esses produtos compromete a saúde dos indivíduos - por meio de agentes especializados em fiscalização,a fim de reduzir os impactos no âmbito social ocasionados por esses itens.Ademais,o Ministério da Educação,por intermédio de nutricionistas,deve promover palestras nas escolas orientando os docentes a terem hábitos alimentares saudáveis e a optarem por alimentos naturais ricos em nutrientes,para que os indivíduos ajam corretamente segundo as suas escolhas.