O impacto dos ultraprocessados no padrão alimentar brasileiro.

Envie sua redação para correção
    Dona Redonda,personagem da minissérie brasileira Saramandaia,de tanto comer alimentos industrializados -e em excesso-, explodiu como uma bomba.Fora da ficção,o impacto dos alimentos ultraprocessados no padrão alimentar brasileiro é,também, um fato irrefutável.Assim,tal situação é auxiliada pela introdução de novas formas de produção dos alimentos,e provoca mudanças drásticas na matriz de refeições brasileira.Nesse sentido,convém analisarmos as principais causas e consequências dessa pobre situação nutricional. 
          Em uma primeira análise,é indubitável que a mudança na  forma de produção da comida  é um fomentador relevante na má alimentação nacional.Após a introdução de formas tecnológicas na produção, a relevância do teor nutricional vem sendo ignorada.Ainda mais,isso se comprova com a introdução de  alimentos transgênicos de qualidade duvidosa,estes são produzidos através de técnicas da engenharia genética, que sofrem alterações específicas no DNA, visando aumentar o prazo de validade e esquecendo da saúde do consumidor.Diante do exposto,os cidadãos,principalmente os mais vulneráveis socialmente, encontram-se diante de uma pobre oferta de dieta nutricional.
          Outrossim,em uma segunda análise,destaca-se a mudança na tradição e matriz dos hábitos de alimentação do brasileiro como impulsionador dessa problemática.Z.Bauman,sociólogo polonês,criticava em suas teses a noção de modernidade líquida,isto é,todas as relações,-inclusive as alimentares-,estariam instantâneas atualmente,gerando sentimentos de  superficialidades.Seguindo essa linha de pensamento,paralelamente as ideias de Bauman,os 'fast-foodies' oferecem alternativas rápidas de consumo. Entretanto, um sanduíche desses estabelecimentos contém,em média,1500 calorias e quase nada de nutrientes benéficos.Tal situação,agrava ainda mais a saudê nacional ,gerando mais pessoas hipertensas e diabéticas,uma vez que esses alimentos possuem enorme quantidade se sódio e açúcar.
         É evidente ,portanto,que ainda há entraves para garantir a solidificação de medidas visando amenizar tal problemática. Logo,é indispensável que o Ministério da Saúde,órgão responsável por garantir a proteção da integridade alimentar nacional,promova, por meio de parcerias com a Anvisa(agencia nacional de vigilância sanitária),palestras com a finalidade de informar a população sobre os enormes efeitos nocivos do consumo de alimentos ultraprocessados,apresentando dados relevantes aos consumidores,e ainda demonstrando a forma correta da leitura dos rótulos das embalagens.Dessa forma,será possível não só melhorar a saúde da nação,como também evitar explosões calóricas semelhante á Dona Redonda.