O impacto dos ultraprocessados no padrão alimentar brasileiro.

Envie sua redação para correção
    Segundo um ditado famoso: "você é o que você come". Decerto, os alimentos plantados e processados no Brasil, têm sofrido alterações nas suas composições, de forma que ao usá-los com excesso, podem causar prejuízos a saúde e, que do mesmo modo, iludi a população ao idealizar que esses consumos fazem bem para o corpo humano, que por conseguinte, instiga na utilização de uma boa dieta. Dessa forma, é importante resaltar as principais causas e soluções a esses impasses. 
     Nesse sentido, destaca-se a utilização de produtos químicos como agrotóxicos, que por fim, são utilizados em frutas e vegetais, na qual o seu objetivo final é conservar e aumentar a validade alimentar. Entretando, uma pesquisa realizada pelo Institudo Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), mostra que o arroz e o feijão são as principais iguarias que se encontram nos pratos da população brasileira. Assim, fica evidente que a falta de conscientização sobre os produtos químicos, podem resultar em graves problemas de saúdes.
      Outrossim, essas iguarias são empregadas as dietas, que tem como finalidade oferecer benefícios ao corpo humano (emagrecer e evitar doenças), porém, as substâncias tóxicas também estão agregadas aos alimentos. Além disso, a Organização não Governamental (ONG), realizou um estudo sobre o consumo químico da população brasileira, na qual os cidadãos ingerem cerca de 7,6 litros de agrotóxicos por ano. Assim sendo, as chances de desenvolverem futuras e graves doenças são grandes. 
      Enfim, para que essas problemáticas sejam sanadas, é preciso que o Ministério da Saúde venha propagar a importância da conscientização dos agrotóxicos e outros produtos aplicados nos alimentos. Também, para que isso aconteça, o órgão irá anunciar em redes sociais e televisões, por meio de propagandas, a importância da lavagem dos alimentos e quais os principais riscos a saúde. Logo, a população ficará ciente dessas conjunturas, que consequentemente, promoverão ações contra a ingestão dessas comidas e evitará futuros prejuízos de saúdes.