O impacto dos ultraprocessados no padrão alimentar brasileiro.

Envie sua redação para correção
    ''Eu acredito que podemos mudar o mundo através da alimentação'' a frase é da Bela Gil, chef e nutricionista. É notório que no Brasil hodierno a cultura de ter uma dieta pouco saudável se faz muito presente na sociedade, não só pela falta de educação alimentar como também pela rápida industrialização. Nesse contexto, vê-se que há a necessidade de rever os hábitos alimentares na contemporaneidade.
       Em primeira análise, é perceptível que a postura errônea da má alimentação está ligada diretamente com a educação nutricional dada na infância. Isso ocorre, sobretudo, devido ao lamentável descaso dos pais com o que os filhos ingerem, a consequência disso é a perpetuação do desequilíbrio nutricional na sociedade. De acordo com o ministério da saúde o número de pessoas acima do peso no Brasil já é maior do que a metade da população, atingindo 52% em 2015. Desse modo, observa-se que uma atmosfera negligenciadora e a falta de educação de bons hábitos na infância alimentares ratifica os problemas tangente a saúde dos indivíduos à longo prazo.
        Outrossim, a ascensão dos processos industrias dá subterfúgios para a problemática. Nesse âmbito, à aceleração do mundo moderno a alimentação têm se resumido a produtos industrializados pouco nutritivos como é o caso dos famosos ''fast foods''. Análogo a ideia de modernidade líquida do zygmunt Bauman, parece que hoje, o prazer imediato e a falta de cuidados com uma vida mais sadia têm sido prioridade na vida do indivíduo. Assim as pessoas optam pelo mais ''saboroso'' em detrimento da saúde.
           Infere-se, portanto, que ações se fazem necessárias para equacionar o problema. Cabe as Estado - maior representante da união - em conformidade com o MEC (Ministério da Educação), promover projetos em escolas elaborados por psicopedagogos, sob fiscalização jurídica, que fitem informar a população desde a sua juventude que uma alimentação saudável no cotidiano faz toda a diferença para evitar problemas futuros, como hipertensão, sobrepeso e etc..., por meio de palestras nas salas de aulas sobre nutrição adequada. Espera-se, com isso, retirar esse obstáculos que que afeta profundamente a sociedade.