Envie sua redação para correção
    O término da Segunda Guerra,o reordenamento do poder geopolítico e as alianças de Estado designaram reformulações nos mais diversos setores sociais,dentre eles a produção de alimentos.Nesse contexto,é possível observar que o capitalismo pós guerra buscando o lucro crescente,está cada dia prejudicando a saúde de milhares de pessoas.
     Em primeira análise,vale ressaltar que devido a correria do mundo hodierno aumenta a procura por fast food,consequentemente a população sofre com a epidemia da obesidade.De acordo com as pesquisas da vigitel,divulgadas pelo Ministério da Saúde,a taxa de obesidade no Brasil passou de 11,8 para 19,8 entre 2006 e 2018.Logo,o alto teor de açucar,gordura trans e conservantes causa sobrepeso,o qual fomenta problemas de saúde como;diabetes,doenças cardiovasculares entre outros.Destarte,enquanto o governo e a sociedade não se mobilizarem a terem hábitos saudáveis o quadro de obesidade ira se agravar. 
     Outrossim,destaca-se a ganancia do cenário industrial,o qual propõe propagandas apelativas induzindo o consumo de processados.Assim,a ideia de comer uma comida saborosa,porém de pouco valor nutritivo é associada ao prazer imediato,confirmado a analise do sociólogo Zygmunt Bauman sobre o fato de vivermos em tempos líquidos,em que o hedonismo e o imediatismo predominam sobre a preocupação com o futuro.Desse modo,o fato da comida ser mais apetitosa,barata e rápida induzem que as pessoas optem por ela.
     Evidencia-se,portanto,que o governo deve oferecer programas que facilitem a compra de alimentos orgânicos,financiando a produção de pequenos produtores e,consequentemente,abaixando os preços desses produtos.Ademais,é necessário propor propagandas midiáticas que alertem sobre os males desses produtos com fito de incentivar as pessoas a terem uma alimentação mais saudável.Dessa maneira,o número de doenças como hipertensão, diabetes entre outros  cairia drasticamente.